quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Dissecando letras: Biel

Qual o melhor jeito de voltar com o Dissecando letras, se não analisando a vida e obra de um dos maiores sucessos da música brasileira? Sim, ele é sucesso! Sucesso em ser um fracasso. Biel, diminutivo de Orozimbiel (nome em homenagem ao seu pai, Seu Orozimbo), é um garoto que despontou nas rádios tupiniquins com seu Funk-Pop-Eletrônico-E-Demais-Estilos-Genéricos, e que teve como auge da sua carreira, como momento em que foi mais comentado e famoso, uma cantada grosseira que nem o Steel Panther tem coragem de fazer. Bom, talvez o Velhas Virgens tenha...

Pra encurtar a história, esse molecote chavoso mandou um "tá gostosinha, te quebro no meio" pra uma repórter do IG durante uma entrevista, ela o processou por assédio, e foi demitida do emprego pouco depois (???), enquanto Biel continuou sua carreira (quase) tranquilamente, se defendendo e dizendo que foi só brincadeirinha. Depois, os habitantes da Internet, pra provar que Biel sempre foi um cara escroto, decidiu fazer a mesma coisa que o feicebuque faz com a gente de vez em quando, que é esfregar nosso passado vergonhoso na nossa cara.


Nesse caso, os habitantes da Internet ressuscitaram tweets antigos do garoto maroto. E esses tweets tinham coisas escabrosas e típicas de um moleque sem noção que só sabe falar besteira e HU3 HU3.

Nem sabia que a Amy Lee se chamava Evanescence...

Com o episódio do assédio e com os retweets, Biel não aguentou a chuva de reprovação em cima dele e acabou sua carreira. Mas... será que a música brasileira sentiu sua falta? Será que sua perda foi inestimável? É o que veremos a seguir, dissecando seu maior sucesso...

Biel - Química



Ó, tô chegando, hein!
Ó, que quê isso, hein?
Que que isso? Um moleque metido que acha que abalou o mundo só porque está adentrando num recinto.

Ó, coisa louca, hein
Pode crer, coisa louca essa auto-estima toda! Queria ter um pouquinho dela...

A química é louca
É paranormal
Do além, do além
Na verdade, a química não é algo paranormal, mas sim comprovado biologicamente. A ocitocina, dopamina e norepinefrina agem no nosso cérebro e fazem com que fiquemos caidinhos pela pessoa.
Coisas paranormais são outra coisa, como... Sei lá, como termos química por uma pessoa que já foi nossa amada numa vida passada.

Eu decifro seu corpo
Sem ter manual
Vem que vem, vem que vem
Qualquer idiota pode saber anatomia feminina, cê não tá fazendo mais que a sua obrigação!
Entretanto, duvido você conhecer onde fica aquele filósofo grego. O clitóris.

Te liguei, telefone deu caixa postal
É que ela te ignorou de propósito, deixando o celular no silencioso.

Mas eu não me esqueci
Eu fiquei balançado com teu visual
Uau!
Será que ele ficou balançado por ela não usar boné, nem tranças? Ah não, tô confundido com o Fly, esquece.

Você me fala que não
Mas eu te provo que sim
Prova que sim, que você realmente não vale a pena?

Você duvida se é bom
E eu te mostro no fim
Você mostra que é ruim mesmo?

Eu sei que você me quer
Garota, eu sinto no ar
You know nothing, Biel.

Só que você não aceita
Sem antes titubear
Uaaaaaaaaau, olha essa palavra, rapaz!!! "Titubear"! isso é poesia demais, minha gente! É pura MPB! Alguns podem dizer que essa palavra só está aí porque Biel quis pagar de culto e porque não achou palavra melhor pra caber no ritmo e rimar com o verso anterior, mas isso é mera intriga da oposição! Orozimbiel é cultura! Já me sinto oitomil% mais inteligente depois de ouvir essa música!

Então
Ó, tô chegando, hein
Ó, que que isso, hein?
Ó, coisa louca, hein
Ele ainda tá chegando, então ainda dá tempo de se esconder dele, hein!

Mas só de castigo vai se apaixonar
Caramba, isso que é castigo, hein! Não consigo imaginar nada mais atroz e cruel do que se apaixonar pelo Biel. Ser estuprado por tentáculos de hentai, maratonar as últimas temporadas de Arrow, perder a colher dentro da sopa, nada pode ser pior.

Pelo jeito, a música brasileira não perdeu nada com a queda de Biel.

Mas pena que...

Ele voltou.

Sim, ele voltou! Essa foi uma das idas e voltas mais rápidas da música! E desta vez, ele veio empenhado a se redimir pelos seus atos pregressos, lançando uma música em homenagem às mulheres! Vamos ver se a dita cuja cumpre esse objetivo?

Biel - Ninguém Segura Ela



Oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh
Ninguém segura ela
Oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh
Ninguém segura
IIIIIIRRÁ! Ninguém segura esta malandrinha! Ela é da pá virada, ela está com a macaca, ela é levada da breca!

Ela é marrentinha demais
Ô caralho, cê quer fazer uma música pra homenagear as mulheres, ou pra ofender elas??

Tira onda, é sagaz, princesinha dos pais
Olha só, agora tá falando que ela é uma filhinha de papai metida a espertinha! Mas mas mas mas mas mas como é que pode??? Você não tá nem tentando, Biel!!! Que que isso, hein?! Coisa louca, hein?!

Ela nunca olha pra trás
Ela sabe o que quer, ela sabe o que faz
Ah tá, com essas frases clichês, você acha que compensa pelo que cantou há um segundo atrás?!

Ai, ai, ai, ai
Gosta de provocar, de chamar atenção
Pronto, agora resolveu falar que ela tem crise de baixa auto-estima e que precisa se submeter a truques baratos para ganhar aprovação das pessoas. Isso porque ela era dona do próprio nariz, independente, empoderada...

Ai, ai, ai, ai
É melhor nem chegar, ela é muita pressão
Ui, tem medinho de mulher que "sabe o que faz", é?

Ela é linda, lança moda
E agora, Biel usa sua aparência para exaltá-la. Realmente, ele não tá nem tentando...

Ela é zika, ela é fo**
E agora ela também é UM VÍRUS TRANSMISSÍVEL PELO AEDES AEGYPTI!!! PARA, BIEL!!! PAAAARAA!!! PAAAAAARAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Onde passa incomoda
Nossa, ela é tão tóxica assim? PAAAAAAAAARAAAAAAAAAAAAA

E quem perdeu agora chora
Olha que legal, nunca ouvi uma música sobre alguém que deu a volta por cima na vida pisando nas pessoas que um dia a desprezaram! Isso é novidade, né? Ninguém jamais cantou isso!

[repetição]
Estamos na metade da canção, e até agora só vimos clichês e jeitos errados de botar a mulher no pedestal.

Ela dança na pista ou no quarto dela
Ou na rua, ou na chuva, ou na fazenda... e daí???

Menina detalhista e adora uma novela
Se ela fosse detalhista mesmo, não perderia tempo com obras tão superficiais e pobres quanto novelas!

Atiça o realista, pintada em aquarela
Novamente, pra mostrar que é culto, Biel usa palavrinhas fora do convencional. O que? Ele tá forçando a barra? Que isso! Você tá é com inveja!

Por onde ela passa, neguinho pira nela
Depois de falar em aquarela, Biel vai pro coloquial e fala que os "neguim pira". Não dá pra levar ele a sério, né.

E de noite vai no samba da Portela
Que sorte que existe uma escola de samba que rima com "nela", não é mesmo??!

Rebola até o chão no baile funk de favela
Vamos contar as coisas que ela é até agora: marrenta, metida a espertinha, filhinha de papai dependente, usa da sua aparência física pra ganhar aprovação geral, esnoba os outros, é uma doença transmissível de um mosquito, e por fim, convenientemente, desce até o chão pra agradar os machos. E pra completar...

Tem um corpinho fit, mas adora uma Nutella, né?
... está nos padrões estéticos cobrados pela sociedade! Eu não sei vocês, mas acho que Biel descreveu mais o estereótipo da patricinha execrável do que uma menina empoderada e com a corda toda. Só acho.

Ninguém segura
Ninguém segura a cara de pau desse Orozimbiel!!!

Este autor nem tem mais o que acrescentar, então ele só vai mostrar o que é uma música empoderada de verdade, e dar adeusmetal pra quem não se enforcou no meio do artigo.

0 orações:

Postar um comentário