sábado, 16 de janeiro de 2016

Segunda carta de Profeta Rocker aos seguidores

A primeira carta foi escrita em 2013. Você não precisa lê-la. Ela é bem chatinha. Você só precisa saber que ela se trata de um lamento deste autor que vos fala, sobre a Bíblia não ter tantos seguidores quanto antigamente, mais especificamente, no período de 2009 a 2011.

Aquela carta, na verdade, foi uma forma deste autor se convencer a continuar professando a palavra do Rock com o mesmo amor e dedicação de sempre. E ele continua tentando se convencer a fazer isso até hoje.

Porque como todo ser umano, este autor escreve errado precisa de incentivo, de motivação, de uma sensação de realização pessoal, de que seu trabalho é útil, que é importante, que faz diferença na vida das pessoas.

Apesar deste autor não fazer nada de útil no início da sua pregação, e de ter as mesmas ideias que a Rock Wins, este autor conseguia receber reconhecimento e feedback do público. E atualmente, apesar de ter aprimorado seus talentos e conseguir pregar de forma mais virtuosa, esse tapinha nas costas só vem de gatos pingados que, de vez em nunca, acordam de muitíssima boa-vontade e decidem mostrar sua compaixão para com o profeta.

Essa falta de reconhecimento que perturbava este autor em 2013. E pensamentos de abandonar seus dias de pregação e deixar de escrever a Bíblia pairavam sobre sua mente com frequência. Entretanto, este autor continuou em frente, graças à argumentos que preparou para se consolar e a se encorajar, uma vez que ninguém mais se dispunha a fazê-lo.

Ora, trabalhos e obras toscas, pueris e mal-desenvolvidos sempre geram mais audiência, público e reconhecimento. Vejam, por exemplo, os livros que foram best-sellers no país neste último ano. Será que livros de youtubers e caça-níqueis de líderes religiosos falidos merecem tanta repercussão assim? Vejam também os maiores sucessos da música internacional. Tais artistas realmente merecem ser tratados como gênios, divas e lendas vivas? Vejam também, os políticos mais cultuados por aí, que formam a opinião pública e representam a população. Quem será pior, a mulher baixinha, gorducha e dentuça, que se veste de vermelho, e tem um amigo que fala errado; ou a peça de museu representante da "moral e dos bons costumes" cultuada como mito pela macharada acéfala?

Todas as coisas (ou a maioria das coisas) que fazem sucesso e são conhecidas pelo grande público são toscas. Por isso, não é necessariamente uma vergonha não ser reconhecido por tanta gente, afinal, as pedras mais preciosas são justamente as mais difíceis de serem encontradas, as que não tem acesso fácil ao grande público.

Outro argumento usado por este autor para se consolar, era sua própria evolução. Sua evolução espiritual e mental. Porque a maioria dos moleques de 15 anos poderia se render ao bordão "em time que tá ganhando, não se mexe" e continuar a sua fórmula de sucesso de falar mal de tudo e pregar que "somos superiores a todo mundo porque ouvimos Rock". Mas este autor preferiu evoluir. E ao fazer isso, ele sacrificou a fama e o prestígio que tinha outrora para se dedicar à sua nova fase de plenitude e sabedoria elevadas.

Mas o principal argumento para este autor seguir em frente, era o respeito pelos gatos pingados que persistiam dando reconhecimento a este autor. Pois eles eram, por definição, o objetivo deste autor e desta Bíblia. Se sobrasse pelo menos uma pessoa, uma só, que continuasse visitando este blog, que continuasse se divertindo com os textos, refletindo com as suas mensagens, e considerando a Bíblia como algo que acrescenta e faz diferença na sua vida, este autor já teria seu objetivo cumprido. E por causa desta única pessoa, a Bíblia seria continuada. Ou melhor, teria obrigação de ser continuada.

E foram esses os argumentos que convenceram este autor a continuar sua jornada de pregação e aventurança até hoje.

Mas por que esta segunda carta está sendo escrita? Só para que este autor se vanglorie de ser uma pessoa persistente frente às adversidades? Ou para deixar as pessoas que curtem a Bíblia culpadas por não valorizarem o blog tanto quanto este autor deseja? Não é nada disso. Este autor não é escroto a esse ponto. E também é orgulhoso demais para fazer um post só pra mendigar atenção.

Esta carta não está sendo escrita para fazer você perder seu tempo. Ela tem um propósito. O propósito de anunciar que esses argumentos coerentes e motivadores não estão lhe convencendo mais a continuar com o blog. A verdade é que, desde 2013, a Bíblia se mantém numa decrescente visível de acessos e com estatísticas desanimadoras, que comprovam o desinteresse geral das pessoas pelo blog (o que inclui os seguidores mais fieis). Pode-se dizer tranquilamente, e sem margem de erro, que a página da Bíblia no facebook tem mais reconhecimento que a própria Bíblia, que é a obra principal. Frente a essa realidade, não há argumento motivador que impulsione este autor a seguir em frente.

Mas não se preocupem, meia meia meia meia dúzia de gatos pingados que ainda leem a Bíblia. Caso este autor finalmente encontre motivos e ânimo, a Bíblia do Rock retornará do longo e indefinido recesso de atividades que será promulgado a partir deste post. Até lá, continuem louvando a obra de Deus Metal e mantenham a fé em seus corações. Pois o Rock precisa ser louvado independente da presença deste autor que vos fala. Pois ele é maior que todos nós. Maior que os probleminhas de "ninguém me ama, ninguém me quer" que certas pessoas passam.

Amém.

17 orações:

Anônimo disse...

Nada elementar meu caro Watson... mas é isso aê ! Aguardo a ressurreição desse profeta -mor . Abraços !!

Anônimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=A2hk9jtL7WA

Bacon \m/ disse...

Que pena profeta que tenha chegado a isso, mas compreendo a falta de motivação... eu mesmo tenho vontade de trazer conhecimentos as pessoas, mas nunca comecei ainda, por motivos iguais de que iria ter uma repercussão muito baixa e que poucas pessoas dariam bola . É triste mesmo como assuntos que não acrescentam muito ao nosso intelecto tenha mais recuperssão sobre as pessoas em geral. Fico na torcida para que a motivação volte nem que seja alguns poucos textos. Eu acho que quase nunca comentei no blog, mas conheço faz muito tempo e acompanhava, não com total frequencia, mas frequentava-o bastante... este blog acrescentou bastante coisa para mim e agradeço-o por isso..Denovo falo que sinto por ter chegado a desmotivação mas compreendo perfeitamente...e fico na torcida para que venham mais ..

Bethânia Domingues disse...

Olá, Profeta! É absolutamente compreensível o que está passando. Afinal, as pessoas hoje em dia tendem a ler menos e ver mais tirinhas engraçadinhas (eu sou uma dessas pessoas, infelizmente). Mas, independente da sua escolha de continuar ou não com seu blog, sempre serei grata às palavras que lia aqui de madrugada enquanto ia ter aula de manhã e vegetar durante toda a aula! Os posts desse blog foram uma verdadeira escola, o senhor, mesmo sem saber influenciou muito na minha vida positivamente e o agradeço eternamente por isso! Enfim, lembre-se que o que fez aqui não foi em vão. Adeusmetal \m/

Isabela Santos disse...

Tô acompanhando desde 2013 (embora maioria das vezes como leitora fantasma. Morro de medo de falar merda) e não é agora que eu vou parar de acompanhar, já que a Biblia do Rock foi um dos elementos mais importantes para mudar minha cabeça, me tornando diferente desses rockeiros que só sabem julgar uns aos outros.
Que bom que você vai continuar mesmo se tiver apenas um leitor. Porque se depender de mim não acaba nunca. Bom trabalho Renan, e não pense em desistir.
P.S: Sobre a página do facebook eu até entendo de ter mais sucesso, já que o Facebook tem muito mais visibilidade que um blog. Infelizmente isso tem consequências negativas, atraindo um certo tipo de pessoa que comenta umas coisas que chega me dá desânimo.

Dhanylo disse...

Infelizmente já era previsível que esse dia chegaria. É um acontecimento triste mas as pessoas que conhecemos e os bons momentos que todos passamos por aqui fazem parte de nós, todo esse aprendizado e crescimento conjunto é uma herança que nunca será perdida. Você pode ficar tranquilo com a decisão porque seu trabalho aqui já fez diferença para muita gente. Adeusmetal.

Roberta disse...

caro profeta seus textos são muito bons,aquela post sobre negros no heavy metal foi incrível e tb aqueles posts sobre músicas conhecidas de autores desconhecidos,vc já tentou se juntar com páginas mais fortes ou mandar matérias para o wiplash?ás vezes pode ser falta de propaganda,conteúdo bom tem.

Anônimo disse...

Entendo o que você está passando, Profeta - também tenho um blog e de 2013 pra cá os acessos caíram muito também. O que acontece não é um complô contra nós, mas uma crescente onda de supervalorização do conteúdo fácil e rápido dos vídeos - o que condiz com a preguiça e a falta de vontade de ler que nossa juventude tem (e o que explica também a idolatria por tantos... youtubers). Seu blog é excelente exatamente por demonstrar maturidade de pensamento, algo muuuito longe do "senso" crítico dos menininhos estilo Rock Wins. Uma pena que tenha optado pelo recesso, e eu, que sou uma leitora ávida do blog há tempos, aguardarei ansiosamente seu retorno.

Anônimo disse...

Profeta, como é triste ler essas palavras, esse blog faz parte da minha vida e eu nunca esquecerei de todo o conhecimento que adquiri lendo este blog. Uma prova disso, é que criei a minha conta no Twitter em julho de 2011, e em "site" coloquei o link deste site, e até hoje não mudei.
E como um seguidor de vossas palavras, não quero aceitar que você pare de escrever. Os blogs foram vencidos pela dinamicidade dos vídeos. Então pq não apostar neles?
A Bíblia cresceu devido aos roquistas que mesmo odiando o seu conteúdo, a visitava. Era algo mainstream nas redes sociais, hoje já não é mais.
Caso a escolha seja encerrar o blog, pode ter certeza, Profeta, terá um lugar especial na grande biblioteca de Odin.

Kymera disse...

Renan, entendo bem o desânimo e não pretendo fazer um comentário motivacional, mas essa questão de falar que coisas sem muito conteúdo fazem mais sucesso é delicada, pois além de não ser bem assim... a vida é injusta mesmo.

Vejo muitos músicos anônimos pelo youtube que têm trabalhos excelentes, músicas autorais e arranjos de qualidade, mas não chegam perto dos milhares de inscritos e curtidas que alguns que só fazem covers normais (ás vezes com nem tanta qualidade assim). E também muitos blogs bons que não tem muitos acessos. A questão é: Qual público você quer atingir?

Entendo perfeitamente a decisão de parar, pois venho há tempos insistindo em blogs que não tem muitos acessos. Mas é muito bom ler um texto como o "O Saudosista" numa época em que até grandes sites de música choram o fim de uma época que por motivos óbvios, infelizmente nunca vai voltar. Acompanho o blog há uns dois anos (?) e já desconfiava desse dia. Normal.

Adeusmetal, digo, até mais.

Marina Oliveira disse...

Faço das palavras de Dhanylo as minhas. Adeusmetal \m/

Marcines Custodio disse...

Man, persiste. Eu o sigo já há uns bons 05 anos, se não me falhe a memória. Sigo lendo. POsto poucos comentários (vou fazer mais), mas sempre vendo.
E, eu perdi alguns 'amigos' no face, no twitter e outros lugares, por ser EU, sem me furtar a me declarar. Até uma afilhada, de casamento, me execrou. Normal

A vida, como digo, é cruellas ehheeheh

MInha assinatura de emaail


VIVA O HEAVY METAL, QUE ME AFASTA DA MEDIOCRIDADE, ADIA A SENILIDADE, MANTÉM A VIRILIDADE E ME DÁ FELICIDADE.
E, AGORA, ME ELEVANDO À SACRACIDADE.

abraços

Anônimo disse...

É foda cara, é incrível como tantas pessoas possuem tanta dificudade para de mudar o seu ponto de vista a cerca de vários assuntos, é o que tem acontecido aqui, você foi mudando aos poucos seu modo de se expor, jogando a verdade na cara desses rockistas e ai ta o resultado... , mas continua cara vc faz um trabalho incrivel, tmj!!

Anônimo disse...

Vou sentir falta, esse blog fez parte da minha adolescência.
Continuo acompanhando pelo facebook.
Esse blog é maravilhoso e tem conteúdo fantástico, é muito triste ver tudo morrer. Espero que você encontre um novo jeito de continuar. Agradeço por tudo mesmo, abraços :)

Violão inicial disse...

Luta irmão vai em frente (y) tamo junto !

Beatriz Elf disse...

Conheço a bíblia do rock desde 2011. Os acessos a ela foram diminuindo conforme o tempo passava e a rotina do dia a dia me impedia de até mesmo usar as redes sociais. Quero dizer que embora as visitas hoje não sejam muito frequentes, eu amo isso tudo aqui, porque foi onde eu aprendi, onde conheci pessoas maravilhosas e bandas das quais fazem parte de momentos inesquecíveis da minha vida. Me diverti muito por aqui e a satisfação de sempre poder voltar e encontrar esse lugar aberto pra mim e outras pessoas é indescritível!
Eu espero que o profeta continue com o seu trabalho. É de minha importancia e sei que muitos outros sentem o mesmo. Coisas assim não merecem acabar. Força, profeta! ♥♥♥

Ellias Matheus disse...

Cara, persiste conheci o blog agora e adorei. Talvez uma repaginada no visual ajude porque os seus posts são muito bons de verdade.

Postar um comentário