domingo, 27 de dezembro de 2015

Sunday songs [09]: Rave Metal

A música eletrônica sempre esteve (mais ou menos) presente no Metal, seja numa introdução "estilizada", numa voz com efeitos, numa base inspirada nas músicas eletrônicas, ou até com o Metal Industrial. Mesmo que esses flertes com a música eletrônica causem alergia nos metaleiros mais tradicionais, as bandas não estão nem aí e continuam fazendo o que bem entendem. E algumas até extrapolam e investem pesado na "artificialidade", compondo canções perfeitas pra tocar nas baladinhas. Pra saber mais sobre esse tal de Rave Metal (que não passa de um nome bobo baseado num trocadilho, que de tão óbvio, nem deve ter sido a primeira vez que você já viu), continue a ler o artigo. Provavelmente você nem vai ouvir as músicas, mas vale a pena ler o artigo, porque acumular cultura inútil é legal.

Pra começar, esse "Rave Metal" é diferente do típico Metal Industrial executado por bandas como Ministry, Marilyn Manson, Rob Zombie ou Rammstein. O Metal Industrial usa sua sonoridade eletrônica para deixar seu som mais pesado, grave, intenso e "sujo". Já o "Rave Metal" usa sua sonoridade eletrônica para deixar seu som mais melódico, ritmado e até dançante.


As bandas que fazem esse "Rave Metal" já tem seus estilos definidos: ou elas são de Futurepop, EBM ou Electrogótico com influências do Metal (como é o caso acima), ou de Death Metal Melódico com influências do eletrônico. Ou ainda Metalcore com influências do eletrônico, como é o caso abaixo.


O "Rave Metal" não é reconhecido como um subgênero estabelecido e "verdadeiro". Então, por enquanto, ele é apenas uma "tendência" seguida por bandas alternativas e underground (a maioria de Metalcore, e muito piores que o Crossfaith, diga-se de passagem). Mas algumas bandas conseguem vencer a barreira do underground e fazerem o "Rave Metal" ser conhecido mundo afora.


Os fãs do "gênero" gostam de chamar o "Rave Metal" de Dance Metal, Trancecore ou Trance Metal, por motivos óbvios. Mas isso não impede que bandas de gêneros já reconhecidos queiram buscar influências do eletrônico. Principalmente nos dias de hoje.


Outras bandas de "Rave Metal" começaram tocando Metal extremo, aí no meio do caminho, mudaram totalmente de ideia e resolveram fazer um som mais "tuts tuts", como esta abaixo.


E é claro que os japoneses, o povo mais versátil musicalmente do mundo, também representam o "Rave Metal" por meio de algumas poucas bandas. O Rock deles já é tão cheio de influências diversificadas que era só questão de tempo pra algumas delas unirem o Metal ao Trance.


Pois bem, se você quiser dançar um "tuts tuts" e continuar tendo sua passagem para Valhalla garantida, pesquise mais bandas de Rave Metal e solte a franga. Se não, finja que nem leu este artigo, e adeusmetal.

0 orações:

Postar um comentário