segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Dissecando letras: Djavan

Este autor perguntou na página oficial da Bíblia no feice qual artista ele deveria dissecar, e a maioria das pessoas escolheu ele. Aquele que sempre toca na JB Fm. Aquele que é amado por pessoas inteligentes, "cults" e chatas para caramba. Aquele que fala que dias frios são bons lugares pra ler um livro com o pensamento lá em você. Ele, que é conhecido como DJ Avan. Ops, digo... Djavan.

Djavan é um cantor, compositor, produtor, repentista, datilógrafo, filósofo, antropólogo, antropófago, e curador da exposição de obras de Romero Britto. Ele fez muito sucesso no passado por fazer músicas sublimes, belas, calmas, românticas, mas que ninguém tinha o poder de interpretação necessário para entendê-las. Entretanto, isso não vai impedir que este autor desvende seus mistérios, analise suas camadas e descobra seus meandros que vão além do óbvio ululante que pulula nas mentes humanas.

Pois é, pra entender essas letras de MPB, precisa viajar um pouco. Só um pouco.

E a letra escolhida pra ser dissecada não poderia ser outra:


Djavan - Eu Te Devoro



Teus sinais me confundem da cabeça aos pés
Com isso, descobrimos que Djavan não é bom em mímica.

Mas por dentro eu te devoro
Meu deus metal!!! O que é isso??!?! Será que o Djavan é uma espécie de monstro parasita alienígena que se infiltra no corpo das pessoas e as come, tipo uma lombriga maligna super desenvolvida???! Esse é o tipo de coisa que se coloca numa música pretensiosamente bonita e sublime???

Teu olhar não me diz exato quem tu és
Mesmo assim eu te devoro
Você nem se importa em saber quem é, né! Você come do mesmo jeito! Eeeeita Djavan comelão!

Te devoraria a qualquer preço
Olha só, Djavan não tem preconceito com quem se prostitui, nem com quanto a pessoa cobra! Ele come mesmo assim!

Porque te ignoro ou te conheço
Quando chove ou quando faz frio
Que?
Começou as viagens da MPB...

Noutro plano
Te devoraria tal Caetano
A Leonardo DiCaprio
Como é?
Não, cara. Explica isso direito, por favor. Você tá dizendo que, num universo paralelo, ou numa outra dimensão, noutro plano astral, você comeria a pessoa, seguindo o exemplo de Caetano? Que loucura!!!
Mas o que significa esse "a Leonardo DiCaprio"? Significa que você comeria a criatura que nem o Leonardo? Ou que você comeria o Leonardo também?
Sério, cara, que loucura, como você é louco, isso aí que você disse é tudo loucura... Eu não consigo assimilar bem o que você falou, porque você fala de uma maneira doida...

É um milagre
É um milagre entender o que você canta!

Tudo que Deus criou pensando em você
Fez a via-láctea, fez os dinossauros
Ô djavoso, por acaso você quer fundar uma nova religião, que prega que Deus já tinha um ser humano específico em mente para se inspirar, para assim, criar a nossa galáxia e os dinossauros? Olha, acho que essa nova religião não tem futuro não, hein.

Sem pensar em nada, fez a minha vida
Que legal, né? Ao pensar numa pessoa específica (na pessoa que Djavan quer comer, é bom frisar), Deus criou uma galáxia e os dinossauros. Enquanto isso, pensando em merda nenhuma, Deus criou Djavan! Coitado...

E te deu
Como assim? Como assim "E te deu"? Explica pra mim.

Sem contar os dias que me faz morrer
Cara, pára de viajar na MPB! Reparou que a dissecação só rende quando você fala coisas com sentido??
Mas se você está se referindo aos domingos e segundas-feiras, eu te entendo.

Sem saber de ti, jogado à solidão
Você não tem contato com a criatura que você quer comer, seu burro?

Mas se quer saber se eu quero outra vida
Não! Não!
Você podia desejar ter uma vida em que você tivesse contato com a pessoa que você quer comer, né, seu burro!

[repetição]

Eu quero mesmo é viver
Pra esperar, esperar
Devorar você
Não entendi! Ele começa a estrofe dizendo que se afiliou à turma do "eu escolhi esperar", mas termina dizendo que que continuar comendo gente!

[repetição]
Bom, essa letra poderia ser pior... apesar de Djavan se mostrar um verme mutante super desenvolvido doido pra comer pessoas, pelo menos a letra fez sentido (90% do tempo). Diferente de certas músicas...


Djavan - Sina



Pai e mãe, ouro de mina
Coração, desejo e sina
Tudo mais, pura rotina, jazz
Tocarei seu nome pra poder falar de amor

Minha princesa, art-nouveau
Da natureza, tudo o mais
Pura beleza, jazz

[A letra continua, mas este autor não quer mostrar o resto]

Sabe o que isso parece? Parece um sorteio! É só escrever um monte de palavrinhas aleatórias e sem critério nenhum, colocar num pote, sortear, e pronto! Taí a música do Djavan!


Assim não tem nem o que dissecar!

Este autor não tem capacidade intelectual para continuar tão árdua tarefa, então ele se despede por aqui. E você, é, você aí mesmo, ouve aí essa banda que este autor também não entende paçocas da letra, mas pelo menos, o som é agradável. Adeusmetal.

3 orações:

Dhanylo disse...

Hahahaha. Djavan é o Heidegger da música popular brasileira.

Paulo Ricardo Rodrigues de Lima disse...

É por isso que hoje, quem faz "sucesso" são os sertanejos, funkeiros, axézeiros e pagodeiros...porque fazem "letras brilhantes" que todos os BURROS entendem...parabéns pelo post...continue assim...a MPB vai melhorar cada vez mais...

Renan Lima disse...

Com o comentário acima, descobrimos que letras inteligíveis é uma cosia ruim.

Esse cara deve adorar música bósnia.

Postar um comentário