quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Retrospectiva Rock In Rio 2011


O Rock In Rio 2015 começa amanhã!!!


Alegre-se, rockeiro! Nesse ano, há bons motivos pra você se animar (e até alimentar esperanças para o futuro)! Porque o festival preparou um line up com muitas bandas abençoadas por Deus Metal, em vários dias, em vários palcos e em vários horários! E é por causa disso que a Bíblia do Rock fará uma cobertura completa com tudo que você não precisa saber sobre o festival e sobre as bandas que irão se apresentar!

Mas em 2011, este autor já havia preparado uma cobertura completa sobre o festival, já que a Bíblia tinha o dever de registrar esse acontecimento, onde o festival finalmente voltou para casa depois de anos. Então relembre agora tudo que aconteceu no Rock In Rio 2011, para se aquecer para este glorioso festival:

Nx Zero inicia Dia Rock no Rock In Rio.
Prova maior da decadência do evento? Nenhuma.

O Rock In Rio foi o único motivo válido para rockers assistirem a Rede Globo.
Até porque a cobertura da Multishow tava uma porcaria.

Engarrafamento de no mínimo 3 horas, 100 pessoas em postos médicos, 700 mil pessoas passando mal, mais de 180 ocorrências de roubos, filas, sujeira, serviços caros para caramba e bandas aquém do desejado...
Fãs do riso, vamos rir mais!!!

Se o Rock In Rio tem Claudia Leitte e Ivete Sangalo, o Carnaval de 2012 deverá ter Matanza e Motörhead, no mínimo!
Ah é, "Rock" é só o nome...

Uma estimativa sugere que 6.742.315.689 espermatozoides foram liberados durante o show de Katy Perry.
Isso só num beijo. Imagina uma coisa maior... como um abraço. AVC na certa.

O tempo que Dinho Ouro Peto gastou tagarelando poderia ser usado para cantar pelo menos duas músicas.
AE CARA TO PUTO CARA COM ISSO TUDO CARA QUE TA ACONTECENDO CARA DO CARALHO CARA (...)

O destaque do show do Red Hot Chili Peppers foi esse:
Anthony Kiedis com cabeleira emo e bigode de Luigi.

O Palco Sunset foi a melhor escolha para os rockers.
Curiosamente era o palco de segundo plano, o palco underground, o palco que só rockeiros de verdade foram. Enquanto isso, o palco mainstream (o Palco Mundo) teve abominações como Glória e SlipKnot. É a arte imitando a vida.

Edu Falaschi não desafinou, apenas ficou emocionado e intimidado por cantar com Tarja Turunen.
Crie sua tese para defender Edu você também! =D

Uma banda só faz música ruim porque quer.
Quando o Glória fez cover de Pantera, o público até segurou (um pouco) as vaias.

O Coheed and Cambria não ficou marcado apenas pelo seu cover de Iron Maiden...
Mas também pela samambaia que o guitarrista colocou na cabeça.

Nem todos foram dignos de ver Deus pessoalmente...
Os que não aguentaram o empurra-empurra que aconteceu durante o show de Deus, pularam fora. Rock não é para os fracos!

O SlipKnot fez o melhor show, indiscutivelmente. Corey Taylor contagiou todos como um cantor de Axé, os outros mascarados interagiram com o público, os efeitos de palco foram marcantes, o público fez rodinha e todo mundo vibrou.
Porque o SlipKnot quando toca, deixa todo mundo pulando que nem pipoca. Micareta Metal!!! \m/

Segundo a Globo, o Metallica tocou as músicas "Nothing", "Sad", "Fade", "Creep", "Puppetz", entre outras. E não tocou as músicas "Evil", "Whiplash" e "Seek".
Sorte de quem foi ao show e assistiu a homenagem a Cliff Burton!

RIR sem Rock não tem graça!

Todos põe essa frase no Twitter.

E agora, sobre a segunda semana do festival:

A segunda semana do RIR ficou quase apagada a todos.

Ela foi tão animadora quanto esta imagem.

Não importou se Marcelo Bonfá, Dado Villa-Lobos, Pitty, Dinho Ouro Preto, Toni Platão, Rogério Flausino, Herbert Vianna e até a Orquestra Sinfônica tocaram Legião Urbana...
Não tinha o Renato Russo, porra! Não adiantou de nada!

Não, nenhuma piadinha infame sobre a cegueira de Stevie Wonder será feita.
Dito isto, vamos ao próximo tópico.

A apresentação do Maná foi a preferida pela Globo, a banda só tocou hits das novelas.
Esperamos ansiosamente a novela Fina Estampa passar no Vale a Pena Ver de Novo.

Uma surpresa no show de Coldplay: ninguém dormiu.
E junto com Stevie Wonder, SlipKnot e Elton John, a banda fez uma das melhores apresentações do... SWU que é o nome do evento, né?

Pitty só fez sucesso com suas baladinhas chatas.
Pombas, ninguém tem saudade da Pitty de "Admirável Chip Novo"?!

Como Dinho Ouro Preto, Serj Tankian aproveitou as pausas pra falar de Ecologia em meio a um festival sujo.
Agora falta o Green Day aparecer também, pra dar palestras.

Quem gostou do show do Guns N' Roses da Banda do Axl é no mínimo cego e surdo.
Aliás, quem é que tava lá cantando no palco? O Axl?!

Claudia Leitte se equivocou muito ao comparar rockeiros a Hitler.
Pois todos sabem que rockeiros não são nazistas.
 
 
Sério.

Toda edição do Rock In Rio teve sua personalidade herege que causou confusão: em 85 foi Erasmo Carlos, em 91 foi Lobão, em 01 foi Carlinhos Brown, e em 11 foi Claudia Leitte - e ainda sobrou um pouco pro Glória.
Agora vamos aguardar a treta de 2015!

2 orações:

Anônimo disse...

...e a gente durmiiiii; durrrrrmmmiiiii, pro dia nascer felizzz...

Anônimo disse...

Faltou a trollada do Sérgio Dias no público. Falou: Lee, vem pra cá!Todos achando que era a Rita e era o Beto Lee.

Postar um comentário