sexta-feira, 31 de julho de 2015

20 coisas que aprendi com o Rock

Aprendi a odiar todo mundo.

Aprendi que existem guitarras com quatro cordas, e que essas cordas são mais grossas que o normal.

Aprendi que Rock and Roll retarda o envelhecimento.
Ou não.

Aprendi que escutar Rock me faz rebelde e revolucionário.
Ou pelo menos, me faz pensar que sou assim.

Aprendi que bandas podem ter nomes ridículos e mesmo assim, serem boas.

Aprendi a odiar 99% das músicas que as pessoas tocam no violão.
Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar... (8)

Aprendi a ficar mais pobre do que já sou ao investir meu dinheiro em camisetas, revistas, palhetas, moletons, acessórios...

Aprendi que em pleno século 2015, ainda tem gente comprando CDs e vinis.

Aprendi que rockeiros só estão presentes em shows, pubs e bares, e na internet.
Aí quando vemos um rockeiro na rua, nós pulamos de alegria.

Aprendi a ser xingado por rockeiros mais velhos e a ser chamado de truezão por rockeiros mais jovens.

Aprendi a dar valor a alguns países da Europa por suas bandas de Rock/Metal, não por seus pontos turísticos.

Aprendi a encher meu armário com roupas iguaizinhas, sempre escuras e pretas.

Aprendi que quanto mais gasta, velha, desbotada e fedida é a camisa, mais valiosa ela é.

Aprendi que não dá pra ser gentil e compartilhar o fone de ouvido com o amiguinho do lado, senão, vou perder 50% da música.

Aprendi que nem toda mulher é mulher.

Aprendi que grunhir, arrotar e vomitar também são formas de canto.


Aprendi a ter inveja de mendigos.
As camisas deles são iradas, manow

Aprendi que as melhores músicas de dor de cotovelo não estão no Sertanejo.
*SNIF *SNIF EU STILL LOVING YOU!!!!! BUÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ

Aprendi que os vizinhos podem ouvir música alta, mas eu não.

Aprendi a ser extremamente apegado a discos que eu nunca tenho vontade/paciência/disposição pra ouvir.
Eu não posso deletar essas coisas! Um dia eu ouço! Um dia...

E se você achou que este era um post edificante que diria coisas como "aprendi a ser mais consciente", "aprendi a lidar melhor com certas coisas da vida" e essas coisas profundas, perdeu seu tempo.

Isso é tudo, pessoal!

2 orações:

Anônimo disse...

Um dia a gente vai rir disso tudo. A gente vai criar juízo e mudar o mundo com vinte centavos.

Anônimo disse...

Na realidade, não convêm a ninguém se auto-denominar ROQUEIRO e levar vida sem rumo...sem nexo, e sem direção. Um homem do rock, tem compromissos com toda sorte de protestos contra as injustiças e desvarios dessa vida.

Postar um comentário