sexta-feira, 10 de julho de 2015

Covers diferentes das suas versões originais 2

Hail! Como dito no primeiro artigo desta lista de curiosidades (confere aí que vale a pena), hoje este autor selecionou covers interpretados por bandas de Metal! E a diferença entre os covers e originais nesta lista, em alguns casos, é mais do que evidente, é... outra música! É bem divertido acompanhar essa diferença. E pra começar a lista com o pé direito...

Angra - Wuthering Heights (Kate Bush)
Vamos a uma música que todo mundo acha que é do Angra, até saber (ou pesquisar) que é um cover. Mas não parece, porque se encaixou tão bem na banda e na voz de Andre Matos que alguns podem dizer que ficou melhor que o original.

Judas Priest - Johnny B. Goode (Chuck Berry)
João Bigode já foi "coverizado" por inúmeros artistas, como Bon Jovi, Motörhead, AC/DC, Green Day, Sex Pistols (ficou uma droga), até pelo Bob Marley e Cidade Negra. Ou seja, Johnny já está acostumado a ser coverizado por todo mundo, e este autor escolheu o cover do Judas.

Metalium - Smoke On The Water (Deep Purple)
Olha o que uma dieta rica em ferro (metal) faz a um fumante (smoke)! Com o Metalium, "Smoke on The Water" ficou bem mais encorpada.

Metallica - Whiskey In The Jar (The Dubliners)
Eu sei, você achava que "Whiskey In The Jar" era do Thin Lizzy. Mas não, ela é uma música tradicional da Irlanda, que ganhou mais notoriedade depois que foi interpretada pela banda de Folk, The Dubliners. E o cover do Thin Lizzy, por si só, já é um cover que se diferencia do tradicional, mas o cover do Metallica se diferencia mais ainda! E aliás, esse não foi o único cover do Metallica, "Whiskey In The Jar" é parte do seu CD dedicado a covers e lados B intitulado "Garage Inc".

Sepultura - Bullet the Blue Sky (U2)
Agora dando uma caída no ritmo dessa lista, temos uma música do U2 que foi transformada no grito tribal, selvagem e violento graças ao Sepultura. O Sepultura que, por acaso, também é conhecido por fazer covers de bandas como Hellhammer, Public Enemy, Exodus, Metallica e até Titãs.

Lacuna Coil - Losing My Religion (R.E.M.)
Apesar de mudar o estilo, esse clássico continuou com sua essência nas mãos do Lacuna Coil. Ficou bem gótico from hell vampiresco das trevas da Transilvânia.

HIM - Wicked Game (Chris Isaak)
E falando em trevas mórbidas e profundas do abismo transcendental, a interpretação do HIM deixou a original com um ritmo forte, mas o espírito de "oooooohhhmm" (não sei descrever esse espírito) graças ao vozeirão grosso.

Sonata Arctica - Still Loving You (Scorpions)
Agora vamos a uma música romântica... triste... linda... que fica com uma velocidade acelerada e louca na sua versão cover. Parece que o eu-lírico da música está desesperado, mas também aflito e melancólico. É uma das particularidades do Sonata Arctica, essa sonoridade sombria que não chega a ser... como a gente está acostumado. É difícil explicar.

Nightwish - Over The Hills and Far Away (Gary Moore)
Sim, um dos principais hits do Nightwish é um cover! E graças à atuação impecável da vocalista Tarja Turunen, Gary Moore que parece estar fazendo um cover! Quem manda cantar fora da métrica, né.

Pathfinder - Forever Young (Alphaville)
E pra terminar, um cover que é totalmente diferente do original! Pra ser mais diferente que isso, sei lá, só sendo interpretada pela Kesha em ritmo de Pagode com instrumentistas de Música Clássica. Ok, não precisa exagerar também.

E aí, gostaram? Tem algum cover que vocês querem ver aqui? Então comentem e quem sabe este autor faz uma parte 3 desse artigo Fiquem na paz do senhor Deus Metal todo poderoso e até a vista.

0 orações:

Postar um comentário