terça-feira, 9 de junho de 2015

Covers diferentes das suas versões originais

Hail! Hoje este autor teve vontade de fazer mais uma lista de curiosidades, e por isso, vai mostrar canções que foram regravadas por bandas que quiseram fazer mais que um cover, quiseram reinventar a música original e imprimir sua própria personalidade e estilo ela, modificando sua essência, mas não sua estrutura.

Você provavelmente já viu esse tipo de lista com o título de "covers/regravações/versões que ficaram melhores que o original", mas este autor sabe que os julgamentos de "melhor" e "pior" são relativos, vai de acordo com o paladar auditivo de cada pessoa. Por isso, ele retirou o "ficaram melhores que o original" e trocou para "se diferenciam". Até porque este post trata de covers que se distanciam totalmente do estilo do original. Ele não mostrará músicas como "I Love Rock and Roll" da banda Arrows, que foi interpretada pela Joan Jett, pois tais músicas não mudam em ritmo, nem estrutura, nem sonoridade, nem nada em nada. Só são bandas diferentes tocando a mesma canção, e fazendo um som bem similar.

Neste artigo, este autor se limitou a mostrar covers feitos por bandas de Rock. Na segunda parte desse artigo (pois é, você mal está lendo este primeiro, e já está sabendo sobre o segundo!), serão mostrados covers feitos por bandas de Metal! Então ajeite-se na sua cadeira (é sério, eu sei que você não tá com a postura ereta, corrige isso aí) e divirta-se.

Limp Bizkit - Behind Blue Eyes (The Who)
E começamos com uma música que quase ninguém conhece a versão original! Foi o The Who quem compôs "Behind Blue Eyes" (música que faz parte de um dos melhores álbuns da banda, diga-se de passagem), que foi regravada pelo Limp Bizkit em 2003. Algumas partes da música original foram alteradas e outras retiradas, tornando a versão do Limp Bizkit mais melancólica e melódica. provavelmente é a melhor música da cerreira deles, e nem é criação própria.

Nirvana - The Man Who Sold The World (David Bowie)
Quando o Nirvana (leia-se Kurt Cobain) fez o Acústico MTV, decidiu quebrar a tradição de tocar músicas próprias e preferiu tocar covers, só pra variar e trollar os fãs. E um dos covers tocados foi desta música de David Bowie, música que não passa tanto sentimento e intensidade quando a versão do Nirvana.

The White Stripes - I Just Don't Know What To Do With Myself (Tommy Hunt)
A canção original de Tommy Hunt parece uma versão do White Stripes! Isso se deve ao seu jeito meio canastrão de cantar, que não parece... "oficial". Já a regravação do White Stripes em um ritmo mais conciso e pegada mais forte.

Eric Clapton - I Shot The Sheriff (Bob Marley)
Apesar de manterem a mesma estrutura, nem precisa dizer porque as versões de Bob Marley e Eric Clapton são diferentes. ora, um toca Reggae e outro toca Rock. A original de Bob Marley é tranquila, mas ao mesmo tempo te faz entrar no ritmo e sentir uma vibe legal. Já a versão de Eric é mais técnica, calcada mais na instrumentação.

Beatles - Twist and Shout (Top Notes)
Sim, um dos maiores sucessos dos Beatles é um cover! Um cover do grupo Isley Brothers! Mentira, é do Top Notes mesmo. Não, não, mentira. Essa música é originalmente dos compositores Phil Medley e Bert Russell, que eram empresários da gravadora Atlantic e por isso tinham poder de ceder a música pra quem eles quisessem. Primeiro deram "Twist and Shout" para a banda ascendente Top Notes, mas foi na mão dos Isley Brothers que ela se tornou conhecida e adorada. Mais tarde foi gravada pelos Beatles, que consolidaram a canção como um clássico da Música e do Rock. E como se não bastasse, "Twist and Shout" também foi interpretada depois pelo The Who e pelos Tremeloes. Ah, e pelos Mamonas Assassinas, mas sendo mais uma paródia.

The Clash - I Fought The Law (The Crickets)
Em 1958, o The Crickets fez essa música calminha que você pode ouvir acima. Ela ficou mais conhecida pelo público quando foi regravada pela banda The Bobby Fuller Four em 1966, e se tornou mundialmente famosa graças ao The Clash, que colocou mais vida e mais energia punk nessa canção que lutou contra a lei.

Fox - Beds Are Burning (Midnight Oil)
Foi nas mãos do Fox (uma banda nova que ninguém conhece) que "Beds Are Burning" da banda Midnight Oil, especialziada em Rock Alternativo e New Wave, se tornou uma música do mais puro Hard Rock, adicionando peso e um vocal estridente.

Van Halen - Pretty Woman (Roy Orbison)
E falando em Hard Rock, o Van Halen transformou o clássico de Roy Orbison quase da água pro vinho. E esse não é primeiro cover que Van Halen fez, ele também interpretou "You Really Got Me" do The Kinks e Won't Get Fooled Again" do The Who.

Raimundos - 20 E Poucos Anos (Fábio Jr.)
Esse cover é um cover que este autor diz: sim, é melhor que o original com certeza. O instrumental não é muito bom, mas só pela energia e velocidade já merece ser considerada melhor, principalmente pelo refrão que é irresistível. E mais: enquanto a música original do Fabio Jr. pareceu mais um tiozão saudosista falando sobre "ser jovem", a versão dos Raimundos É jovem.

Guns N' Roses - Live and Let Die (Paul McCartney)
Se essa música de Paul McCartney é um clássico, nas mãos do Guns N' Roses é um espetáculo. Não que a original do Paul não seja boa, mas tem uma pegada diferente, é mais épica e teatral, enquanto a versão do Guns é mais vibrante e eufórica.

E estes foram 10 vídeos de covers que ficaram melhores que o original, ou não, mas que com certeza, ficaram diferentes do original. Comente aí embaixo outras sugestões de covers que este autor pode usá-las nas futuras edições. Abraços apertados e carinhosos em todas as criaturinhas de Deus Metal e adeusmetal.

0 orações:

Postar um comentário