segunda-feira, 13 de abril de 2015

O que mudou?

Este autor fez muito, muito, muito trabalho neste blog. E ele não se refere aos mais de 5 anos que o blog está ativo e servindo de entretenimento humorado e guia para o público. Ele se refere ao trabalho que ele fez nesta reforma.

Você deve estar se perguntando qual a necessidade de tantas reformas, já que o blog já passou por várias. Pois bem, mesmo que você não esteja se perguntando isso este autor explica. Tudo começa com um instinto que o profeta tem, um instinto que busca sempre evoluir sem olhar pra trás, querendo enterrar seu passado bem fundo, mas bem fundo mesmo, pra que ele não se envergonhe vendo as coisas que já fez. Sabe quando você vê suas fotos antigas? Sabe o seu orkut? Sabe as bandas que você curtia? Sabe aquelas suas histórias que os seus amigos fazem questão de contar pra todo mundo e te deixar de bochechas vermelhas? Pois então, essa rejeição pelo passado que você tem é o mesmo sentimento que o profeta tem, só que aumentado em mil vezes!

Antigamente, este autor era um pobre rokista metido a superior que redigia textos bobos e infantiloides falando mal de tudo e todos que eram hereges, argumentando com conceitos mal-desenvolvidos pra defender suas posições. Mas estes textos não soavam como um desabafo rancoroso, como uma carta de ódio gratuito ou uma crítica extremamente destrutiva, pois eram recheados de humor com camadas de ironia, exagero, humor crítico, criatividade fértil e besteirol. Foi isso que fez a Bíblia ser reconhecida e amada, ela era como uma Rock Wins desciclopediana religiosa.

E para a tristeza dos rokistas, o profeta foi mudando de ideia e deixando de ser babaca, mudando sua forma de pensar e de argumentar, afetando até o seu humor, que deixou de ser politicamente incorreto (um sinônimo para "humor irresponsável que fala qualquer coisa escrota e ofensiva que automaticamente é considerado engraçado"). Isso fez a galera rokista debandar do blog, restando apenas poucos seres pensantes para lhe dar audiência. É sempre assim, poucos conseguem sair da caverna de Platão. Foi feito até um artigo sobre isso, era "Carta de Profeta Rocker aos seguidores", em que ele dizia que "Os bons estão arrebanhados, e os maus estão dispersos. Este é o consolo do pregador que prega para poucos".

E foi a partir daí que o instinto de desprezo pelo passado deste autor aflorou. Como já mudara de mentalidade e até melhorara a forma de escrever, sempre evitava ler seus próprios artigos, pra não ter vergonha alheia de si mesmo.

Quem tem esse instinto de desprezar o passado, geralmente, consegue lidar com isso facilmente, porque esse passado não retorna. Ninguém vai mais ver suas fotos feias, pois não existe mais orkut. Você não vai mais ouvir aquelas merdas que você gostava antes, só se quiser (ou for obrigado). Ninguém vai ficar lembrando das merdas que você já fez o tempo todo, só se você só tiver amigos desgraçados malditos. Mas não dava pra deixar no passado os artigos ruins da Bíblia, pois estava lá tudo registrado! Tava lá eles falando que emos e coloridos eram gays, como se ser gay fosse uma ofensa; que o povo brasileiro é burro e por isso ouve música ruim, não tendo o mínimo de respeito e empatia pela cultura do país, sem mencionar a equivocada e inexistente relação entre nível de inteligência e gosto musical; que banda X e artista Y são merdas inúteis, independente da contribuição e a relevância deles para a Música e para o mundo, só porque este autor não gosta; que a música pop é uma merda imoral e vulgar, não percebendo a sua hipocrisia ao massacrar um estilo musical e defender outro que já teve como lema "sexo, drogas e rock and roll"; etc.

Os leitores antigos que acompanharam de perto essa mudança na proposta do blog, julgaram que seria bom deixar estes artigos antigos intactos, pois eles serviriam de exemplo de como uma pessoa pode mudar de opinião, evoluir e seguir firme das suas ideias sem ter medo de ser uma metamorfose ambulante. Tal conceito sempre recebeu o respeito e consideração do profeta, mas ao mesmo tempo sempre o deixou em agonia por lhe impedir de passar a borracha no passado.

De mãos atadas, este autor decidiu fazer mudanças não-drásticas e esporádicas, começando por excluir os posts que não eram nem um pouco relevantes ou que já não tinham mais espaço no blog devido à sua nova proposta (mais detalhes no decorrer do artigo). Depois foi editando textos antigos que tinham grande popularidade, para que seu nível de escrita e argumentação fosse melhorado. Alguns desses textos populares receberam umas correções aqui e acolá, outros foram totalmente reescritos, mas ainda com sua essência mantida.

Essas mini reformas perduraram por alguns anos, até este autor decidir fazer a primeira grande reforma geral, redistribuindo salmos, repensando no conceito dos artigos, excluindo uns e deixando na geladeira outros para serem ressuscitados num futuro hipotético, e principalmente, definindo claramente o Antigo e o Novo Testamento.

O Antigo e Novo Testamento, no início, eram os chamados períodos que marcavam a trajetória do Rock (Antigo Testamento) e do Metal (Novo Testamento). Com esta mega reforma, o Antigo Testamento passou a ser os textos rokistas antigos, e o Novo Testamento como os artigos posteriores à fase rokista até os dias atuais. Com isso, mais uma vez a Bíblia do Rock conseguiu imitar parodiar o Cristianismo, já que a Bíblia Sagrada também tem mudanças de mensagens e mentalidade do Antigo para o Novo Testamento. Pareceu até de propósito!

Aí o blog saiu da reforma, tava tudo bonito e legal... só que não. A verdade é que já fazia semanas que o blog fora do ar e as reformas não tinham acontecido, graças a falta de tempo e paciência do profeta, o que o fez arrumar tudo na pressa, voltar à ativa de uma vez e não cumprir seu objetivo de fazer reformas estruturais profundas.

Ou talvez ele não tenha feito isso porque não sabia COMO fazer...

Mas agora, ele soube.

Pois bem, agora que a Bíblia saiu da sua segunda grande reforma, o que mudou? Você vai ter detalhes agora.


A Bíblia do Rock: Antigo Testamento
Esta certamente é a maior mudança de todas. O novo blog intitulado "A Bíblia do Rock: Antigo Testamento" consegue cumprir todos os desejos: o desejo do profeta de apagar os artigos ruins do blog, e o desejo do público de preservar esses lixos. Este autor nem vai mexer nesse segundo blog, ele vai ficar lá paradão servindo de museu. Então cliquem na imagem (não) e acessem lá (não!).


A Bíblia Apócrifa do Rock
Lembram do antigo tumblr deste profeta? Ele nem lembra como o tumblr se chamava, mas ele surgiu pra que este profeta postasse coisas bem simples e bestas, como imagens engraçadinhas aleatórias. O tumblr foi excluído porque, pouco depois da sua inauguração, ele ficou às moscas e teve pouquíssimas atualizações. Além disso, a proposta dele era idêntica às de blogs e páginas de humor rockeiras que estavam em ascensão na época, então este autor não tinha porque mantê-lo no ar.

Só que o tempo passou, e este autor percebeu que não era preciso ter uma rede social e mantê-la atualizada sempre. Ora, nem a Bíblia era atualizada todo dia! Pensando nisso, ele criou o tumblr Santíssima Trinity, destinado a postar tirinhas e piadocas muito engraçadilhas sobre a trilogia Matrix.

E agora, este autor inaugurou a Bíblia do Rock Apócrifa para registrar reflexões e pensamentos sobre qualquer assunto que se desvirtue do tema do blog, e que sejam desenvolvidos demais para caberem somente no perfil do feice do profeta. Em resumo, esse é outro site que não vale a pena ver! Mas se quiser dar uma conferida, taí.


Catequizando
Catequizando é um salmo com proposta IGUAL ao antológico Sermão da Planície. Por isso foi decidido pegar as ideias dos dois salmos e uni-los num único. Talvez este autor mude o nome dos salmos, ou não, talvez os textos sejam reescritos, ou não... ele não decidiu ainda o que fazer com eles, mas é certo que eles serão mantidos, e aqui na Bíblia mesmo.

Pregações
Este é o salmo que mais deu trabalho pra arrumar. As Pregações sempre foram a mentalidade oficial da Bíblia, e é por representar a sua mentalidade que muitos artigos acabaram se mostrando mau desenvolvidos e se contradizendo uns com os outros. Assim, foi decidido que os artigos com a mentalidade atual do autor continuem mantidos por aqui mesmo, mas com algumas edições e revisões. Já as outras pregações que...
  • Que refletissem ideias ultrapassadas do Profeta...
  • Que já tivessem abordado um tema passado...
  • Que, apesar de pertinentes, só tivessem os conceitos válidos, enquanto que tooodo o resto (estrutura, ideias, argumentos, etc) podia ser insatisfatório ou descartável...
... ficaram no Antigo Testamento.

Sobre esses dois últimos motivos, este autor vai exemplificar:
  • Os artigos "Sexo, drogas e... o que?" e "Os deuses imperfeitos", além de terem a mentalidade ultrapassada deste autor, tem proposta e mensagem IGUALZINHA. São basicamente um artigo só, mas com palavras diferentes.
  • Já o artigo "Grandes bandas, grandes negócios" tem a proposta IGUAL ao artigo "O que é 'se vender'". Também são dois artigos com palavras diferentes.
  • "Pirataria é pirataria?", "Rumo à sobrevivência" e "Após o caos" são três artigos que falam sobre pirataria, e este autor mesmo falou na época, que um é a continuação do outro.
  • "A morte está ao seu lado", "Decadência", "O além" e "A Síndrome da Era de Ouro" são artigos que falam sobre o Rock estar morto, sobre ele não estar morto de verdade, sobre o pouco conhecimento sobre bandas novas, etc. Novamente, todos eles falam sobre as mesmíssimas coisas, mas com palavras diferentes.
  • O artigo "Ecletismo existe?" traz à discussão a própria existência do ecletismo. Ele é possível? Ele realmente é possível? Isso foi uma boa proposta, mas os argumentos apresentados no artigo não foram satisfatórios pra defender sua posição...
  • "O legado punk" acertou ao dizer que os símbolos e atitudes punk foram deturpados pelo mainstream, mas errou ao chegar à conclusão que o punk morreu por causa disso. Hoje sabe-se que o Rock continua vivo no underground, por isso é errado dizer que o Punk está morto.
  • "Vocação política" é um bom jeito de iniciar uma relação entre Rock e política... mas só iniciar mesmo, pois o artigo acaba se tornando muito vago e inconclusivo, típico de uma pessoa que não tem ideias firmadas sobre o assunto.
Artigos Bíblicos
Alguns textos deste salmo irão para o Antigo Testamento, outros continuarão aqui.

Estudos sobre igrejas
Esse era um salmo destinado a falar especificamente de religiões musicais hereges, e que por isso, não se distanciava da proposta do salmo Heresias. Logo, este salmo será excluído.

UATARRÉU???
O que é este salmo, senão uma Homilia drogada e nonsense? Por isso este autor vai excluir esse salmo, mas manter os artigos, alguns aqui, outros no Antigo Testamento.

Fenômenos musicais
Neste salmo, falou-se sobre certos fenômenos que acontecem na Música em geral e no mundo do Rock, como por exemplo as bandas de um só hit e a superestimação que é recorrente. Mas foi notado que este salmo não se distanciava muito dos temas abordados em Homilias e Pregações. Portanto, esse salmo foi excluído.

Notícias
De vez em quando, este autor gostava de publicar notícias gerais e comentá-las, pois tinha tempo livre na época pra isso. Agora este autor decidiu que a Bíblia definitivamente não é um site de notícias. Portanto, tratou de excluiu todas elas e vai recusar todos que quiserem que o blog publique notícias futuras.

Boa parte das notícias eram declarações de artistas, que vinham sempre com o título "com a palavra: fulano."


Notícias edificantes
Este autor ficou com pena de excluir este salmo, mas seu conceito pode ser reaproveitado no futuro. Ele se trata de mostrar uma notícia falsa no intuito de fazer rir, que nem o Sensacionalista faz. Sua notícia mais famosa foi a de Bruce Dickinson estar atuando na novela global Ti Ti Ti, sob o pseudônimo de Leopoldo Pacheco.


Retrôs
Nos anos de 2009 a 2013, este autor fez um dos salmos que mais agradaram o público, que eram as famosas Retrôs. "Retrô"s (nome carinhoso pra "retrospectivas") eram mini resenhas dos maiores lançamentos do Rock e Metal de cada ano, que eram publicadas no ano seguinte, e antes do final de janeiro. Ou seja, a retrô de 2009 foi publicada em janeiro de 2010; a retrô 2010 foi publicada em janeiro de 2011, e assim por diante.

A Retrô 2009 teve 4 artigos, que mostraram as notícias mais importantes do Rock e do Pop, comentou sobre uma matéria idiota que listava "os melhores discos da década", e fez pequenas análises de alguns lançamentos do ano.

Já para a Retrô 2010, este autor selecionou 80 discos para fazer resenhas, organizando-os em 4 artigos com 20 resenhas cada um. Outra novidade, foi que cada parte era separada por um tema: a primeira foi Hard Rock, reunindo discos do gênero. A segunda, Melódico, reunindo discos de Power e Symphonic Metal. A terceira, Metal, sendo Metal tradicional ou extremo. E por fim, Destaques, reunindo os discos mais populares do ano, independente do gênero.

A retrô 2011 sentiu os efeitos destrutivos da falta de tempo e disposição deste autor que vos fala. Pra você ter uma ideia, a última parte dessa retrô foi publicada em 29 de abril de 2012! Apesar desse atraso monumental, esta foi a melhor retrô feita no blog, pois além de ter resenhas, contou com uma retrospectiva separada em 3 partes das melhores perguntas do falecido MePergunte, que mostrou toda a história da conta deste autor, seus personagens, seguidores fieis, e as melhores (ou piores) perguntas feitas no site.

Agora sobre as resenhas, foram produzidas 112 delas, com ajuda da Thäis Stänley. Elas também foram separadas em categorias: Brazuca, com discos nacionais (17 deles), Prog N' Pagan com discos de Rock/Metal Progressivo com Folk/Viking Metal (15), Rock N' Metal com discos de Rock e Metal tradicionais (20), Melódico com Doom, Sinfônico e Power Metal (20), Extremo com Thrash, Death e Black Metal (19) e Destaques, como os maiores lançamentos de qualquer estilo (20, mais 1 de bônus).


E para a produção da Retrô 2012, este autor planejara fazer jus ao nome do seu blog e focar no Rock, formulando as categorias Melody 'N' Roll, que mostraria discos de AOR e Rock Melódico (o que é a mesma coisa), Let's Rock que teria Rock clássico, Hard Rock que teria Hard, Glam e Sleaze, Heavy Metal com bandas de Metal tradicional, e finalmente, Destaques, que teria discos mais famosos de qualquer estilo. O problema, era que a falta de tempo e disposição continuavam, o que fez uma difícil decisão ser tomada: publicar a única coisa que já estava pronta naquele momento. Assim, foi publicada apenas a categoria Brazuca, com duas partes, e com 15 discos cada. Elas foram publicadas em 17/02 e 18/03.

Maaaaaaaasss pra compensar essa falta de discos, o profeta também produziu outra retrospectiva do MP, com perguntas mais estranhas e respostas mais ácidas do que nunca! Além de mostrar também pesquisas que pessoas aleatórias fizeram no google e que as direcionaram para este blog, pesquisas como "jemes hindrik o rei da guitarra", "adolegentes goticas a fuder" e "cores que combinam com verde", que fizeram o público rolar de rir.

=== ATUALIZAÇÃO 17/12/2016 ===
Hoje, essas pesquisas que pessoas aleatórias fizeram no google estão publicadas no artigo "Caindo de paraquedas".
E depois de muito pensar, este autor decidiu republicar as retrôs de 2011 e 2012 no Antigo Testamento. Confere lá!
=== FIM DA ATUALIZAÇÃO ===

Dissecando letras
Nada vai mudar no Dissecando letras. Só algumas letras que vão ser excluídas por serem... serem babacas demais. Mas a zoeira vai continuar.

Gênesis
Esse salmo é bem legal! Ele é uma série de tirinhas que mostram o início da Bíblia do Rock, protagonizadas por este autor que vos fala e por este autor que vos fala. Sim, por ele e ele mesmo, pois um autor era o profeta do futuro, que é o profeta de hoje, e o outro profeta era o profeta do passado, no iniciozinho da Bíblia. Entendeu? Não, né. Isso pode ajudar:


Este autor vai redesenhar as tirinhas e modificar as piadas, então aguardem.

Post OFF de domingo
Como o nome diz, era uma coluna dominical (que não era publicada TODO domingo, e algumas vezes era publicada na segunda feira!) onde este autor dava sua opinião sobre qualquer coisa que quisesse e que não tivesse relação alguma com o Rock. Na maioria das vezes, falava sobre Política, onde arrumava confusão com os discordantes (que hoje em dia a galera de humanas chama de "coxinha"). Esse salmo foi criado porque na época, este autor não tinha mais espaços além do blog para dar suas opiniões mundanas. Porém, depois que fez seu feice e suas páginas, deixou todos os artigos no armário para serem revisados, reescritos ou... qualquer coisa. Mas agora finalmente foi decidido o que fazer com eles: lixo. Vocês não verão mais posts OFF no blog.

Esse é o banner oficial do post OFF de domingo quando ele não era publicado no domingo...

Vivendo no ócio
Este foi o salmo tapa-buraco mais bem-sucedido do blog! Quer dizer... depois que este autor resolveu fazer playlists temáticas, porque antes disso, não tinha sucesso nenhum. E é por isso mesmo que este autor resolveu excluir os VNÓs que não são temáticos e republicar os que são.

Página da Bíblia do Rock no feice
Se você reparar, todos os banners e imagens "promocionais" que chamavam atenção para artigos que tinham na página, foram excluídos. E você entenderá porque abaixo:

Uma última coisinha
O Blogger (site que hospeda este blog) oferece a opção de deixar seu artigo no banco de dados, até que o administrador decida publicá-lo novamente.

No momento, tooooodos os artigos estão nesse modo de rascunho. Se este autor resolver publicá-los novamente, é certeza que o espaço entre um artigo publicado e outro será grande para caramba, visto que muitos artigos foram excluídos ou transferidos para o Antigo Testamento.

E para não deixar esse vácuo gigantesco entre esses artigos, e oficializar mais esta reforma, este autor teve uma ideia de jerico genial:

Republicar todos os artigos como se fosse a primeira vez!

Assim, os links dos artigos serão novos! Qualquer link antigo para qualquer artigo será automaticamente inválido. Isso certamente trará problemas pra certas pessoas, mas isso é o melhor para o blog.

Ah, e os comentários originais feitos nos artigos também serão todos apagados. Fazer o que, né. É a vida. E mais:

Haverá um artigo publicado TODO DIA!

Outro recurso que o Blogger oferece é programar a publicação dos artigos. E foi isso que o profeta fez, programou cada artigo para aparecer em cada dia, sem exceção! Isso funcionará como uma grande retrospectiva dos melhores artigos (e aprovados no padrão de qualidade) feitos até hoje!

Então, a partir de amanhã, prepare-se para perder, todo dia, um precioso tempo da sua vida para reler a Bíblia do Rock!

Ou não. Vai que você tem coisa melhor pra fazer.

Enfim, seguidores, discípulos e demais leitores, era isso que este autor tinha para esclarecer e falar. Até breve!

4 orações:

Thomaz Menna disse...

Sermão da Planície é Sermão da Planície! Não precisa de outro nome, já foi consagrado com esse.

Então se será um artigo por dia, serão 7 artigos da biblia pra reler vs tcc e relatório de estágio!

Renan Lima disse...

Então eu rotulo os artigos do "Catequizando" como do "Sermão da Planície"...
E por conta da proposta de "ensinar'", talvez eu até integre outros artigos a esse salmo...

Carlos H disse...

Rapaz, eu li um texto excelente daqui sobre réplicas anti rockistas a respeito do funk. Você apagou esse post?

Renan Lima disse...

Sim, mas como todos os outros artigos, este vai ser republicado também =)

Postar um comentário